Cuspe (ou Soneto-Presente)

pissQuero dar-te um presente,
que diga mesmo o que sinto,
que retrate o que acho realmente

porque sempre que te vejo minto
finjo-me indiferente
mas os sentimentos são um labirinto

na realidade quero-te muito
essencialmente contra a parede
parece paixão, mas tem outro intuito
quero só acabar com esta sede

ir à tua derradeira missa,
dançar em cima da tua campa,
festejar por fim a justiça
de seres finalmente trampa

Obrigado! Volta sempre que puderes! É bom saber de ti!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s