Quando me sinto só

Quando me sinto só,
Como tu me deixaste,
Mais só que um vagabundo
Num banco de jardim
É quando tenho dó,
De mim e por contraste
Eu tenho ódio ao mundo
Que nos separa assim.

Quando me sinto só
Sabe-me a boca a fado
Lamento de quem chora
A sua triste mágoa
Rastejando no pó
Meu coração cansado
Lembra uma velha nora
Morrendo à sede de água.

P’ra que não façam pouco
Procuro não gritar
A quem pergunta minto
Não quero que tenham dó
Num egoísmo louco
Eu chego a desejar
Que sintas o que sinto
Quando me sinto só.

Artur Ribeiro / Joaquim Ribeiro

5 responses to “Quando me sinto só

  1. Vejo que és apreciador de fado.

    Bom gosto. Estes poemas são lindíssimos.

    Já algum tempo que não ouvia fado e deu-me uma nostalgia dos tempos que ouvia com prazer alguns fadistas.

    Aqui no Porto eu não conheço, mas se fores ao Bairro Alto de Lisboa, mesmo no cerne da cidade encontrarás boas casas com brilhantes fadistas onde ouvirás bons fados recitados, por vezes, por outros fadistas conhecidos e outros recitados no próprio momento, aleatoriamente consoante a disposição da pessoa que esteja a cantar.
    Peço desculpa, mas não recordo-me do nome dessas casas.

    Sara Carina

  2. Então no Grande Porto temos:

    Restaurante “Mal Cozinhado” – É na zona histórica, perto do palácio da Bolsa e tem uma traça espectacular…

    Restaurante Tipico “O Fado” – Também com caracteristicas muito próprias, no Largo São João Novo.

    Casa da Martiquinhas – Este ainda não coneço, mas tenho excelente referências – é em V. N. Gaia.

    Depois há outros que também ainda não conheço, mas que vale a pena espreitar:

    António Silva Reis
    Aurora Pinto Carneiro
    Ca-se Fado
    Casa de Fados O Despertar
    Casa Matias
    Retiro do Hilário – VISEU

    Restaurante Casa do Vítor Maia – Milheirós
    R Agra 1303, Milheirós MAIA

  3. Em Milheirós, eu conheço perfeitamente. Ia com alguma frequência:)

    Distrito Porto, eu não conheço nada mesmo, apesar de ser “nortenha”. Conheço mais Lisboa.

    De qualquer forma, obrigada:)

    Sara Carina

  4. E a Casa da Música vai fazer nos dia 8,9 e 10 de Agosto “Um Porto de Fado”, três dias em que se podem ouvir uma enormidade de grandes nomes do fado e tudo por 10€. Uma proposta irrecusável (principalmente para quem não vai ao Andanças…)!

  5. Que azar!

    Seria delicioso estar presente nesse evento e ouvir “grandes nomes do fado”, certamente o meu pai (grande apreciador) adoraria acompanhar-me, mas infelizmente, eu não estarei presente.

    Falha imperdoável para quem não vai ao Andanças, não fará a aula de expressão corporal e não comparecerá num casamento:(

    Imperdoável!

    Obrigada pela informação.

Obrigado! Volta sempre que puderes! É bom saber de ti!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s