do Amor

Não sei nada de Amor.

mas acho que serve só para dar, sem ter mais nada que esperar. O Amor a sério é vão, sem objecto, suporte ou dimensão. Quando penso que amo, e por isso me pareço altruísta, é quando é maior o engano, porque nunca foi tão egoísta – o bem que te quero e o tudo que faço por ti, faz-me tão bem, tão grande e tão feliz, que apenas pode ser por mim que faço tudo o que faço por ti.

o Amor que importa não é assim:

insano, ardente e enorme,
não quer sequer saber de mim
não tem caprichos, sede ou fome

o Amor verdadeiro não é este,
que me traz feliz o dia inteiro,
sem querer saber o que me deste
ou se está frio, ou se há dinheiro

não pode ser este o verdadeiro Amor
que me torna invencível e sem vaidade,
que ignora noite, desalento ou dor,
só conhece luz e felicidade e felicidade e felicidade e felicidade

o Amor importante não deve ser assim:
ao mesmo tempo muito e pouco,
harmonia e chinfrinim,
equilibrado e também louco

se calhar o Amor não é assim
sussurante e berrador,
Tum, tum, tum e plim, plim, plim
Escuro, branco e também côr,

Pois!
Na verdade isto não deve ser Amor

mas se o Amor não é assim
e se o devemos todos encontrar
ele que se esqueça de mim
que passe aqui sem parar

porque um dia deste-me um xi,
que guardei bem e para sempre,
não o devolvo nem a ti
nem a mais ninguém que tente

pode não ser Amor, ser só um xi, ser-te indiferente
podes nunca saber que é teu, o xi que falo a toda a gente

posso nunca ter coragem de te beijar até levitar
pode não acontecer nada e até pode o mundo acabar

mas o xi,
que guardo aqui,
no lugar secreto,
atrás do tecto,
onde há um leão
que guarda o portão
na sala mais funda do meu coração

É meu!
…e fico feliz
só de pensar
que me darás mais xis!

Ti            
Dezembro 2008

7 responses to “do Amor

  1. olaaa!!!!
    Bem ñ sei o que vai sair daqui. Simplesmente tou sem palavras…..

    Este poema ta mesmo mt bonito e tem bastante significado, e dá para o interpretar de várias formas….

    Ñ fazia a menor ideia que o professor escrevesse coisas assim….

    Demais mesmoooooooo…….

  2. Lindo!
    Gostava de fazer um comentário «do contra», mas ou é a neve que me deixa melancólica, de coração amolecido ou o amor é mesmo uma onda que contagia.
    Também não sei nada de amor, mas sei que amo e isso faz-me bem!

  3. Pingback: Confissão « Alemente

Obrigado! Volta sempre que puderes! É bom saber de ti!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s