mais nada

Eu sabia que um dia isto me iria acontecer, era inevitável!

Nunca consegui amar alguém o suficiente para não ir ou mandar embora, e agora sinto-me um bebé de colo quando me abraças…

Tenho sempre medo quando sais, nem que seja apenas por algumas horas, fico como uma menina perdida num aeroporto, sem saber quem sou, ou o que devo fazer; não consigo pensar, apenas sentir a dor da tua ausência…

Tantas vezes me confessaram o mesmo e eu fingia compreender, mas não conseguia saber o alcance desta demência que é amar!

Vânia, Fevereiro 2008

Anúncios

Obrigado! Volta sempre que puderes! É bom saber de ti!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s