nada

Para quê juntar nuvens e formar tempestades,
sempre que tudo está perfeito?
Porquê deitar abaixo o castelo de cartas,
quando falta uma só para ficar feito?

será por medo, ou obsessão,
será por falta de vontade
ou apenas de um coração?

Sei que não minto quando digo amar-te,
Mas sinto culpa se me dizes o mesmo.

Dizes que preferes assim: ter-me quando é possível, e deixar-nos apenas quando tiver que ser. Tenho que respeitar-te e aceitar que é como dizes, mas sei que tens esperança que eu não queira partir de nós. Sei que acreditas que podemos ser para sempre, é por isso que me sinto traidora quando me confessas o teu amor, é por isso que sinto um sufoco quando me te entregas tanto.

Vânia,  Fevereiro 2008

Anúncios

Obrigado! Volta sempre que puderes! É bom saber de ti!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s